Furacão Florence chega aos EUA e cancela 1,4 mil voos

Furacão Florence chega aos EUA e cancela 1,4 mil voos

  
Divulgação Nasa

Furacão Florence chega hoje nos EUA

Furacão Florence chega hoje nos EUA

Com a contínua aproximação do furacão Florence da Costa Sudeste dos Estados Unidos, algo previsto para acontecer ainda nesta quinta-feira (13), os cancelamentos de voos tiveram início – e já passam dos milhares.

De acordo com o serviço de rastreamento de voos Flight Aware, pouco mais de 1,4 mil voos previstos para serem realizados entre quarta e sábado já haviam sido cancelados.

Vale destacar que a maioria dos aeroportos da região costeira dos Estados da Carolina do Sul e Carolina do Norte, que devem ser os mais atingidos pela tempestade, foi fechado para qualquer voo nesta quinta-feira. A previsão é que os serviços neles não retornem até sábado

Somente na quinta-feira, as companhias aéreas já haviam cancelado 583 voos – antecipando às esperadas paralisações de operações nos aeroportos da região. Outros 475 voos já foram cancelados para sexta-feira (14), e mais 75 para sábado (15). Os números devem aumentar.

Além dos aeroportos maiores de Charleston, Wilmington e Myrtle Beach, aconteceram cancelamentos também em cidades menores das Carolinas, como nos aeroportos de New Bern, Jacksonville e Fayetteville.

De acordo com reportagem doUSA Today, dezenas de voos foram cancelados também em Charlotte, no interior da Carolina do Norte e importante centro da American Airlines – nesta quinta-feira a transportadora já informou que cancelou 705 voos, inclusive de suas afiliadas regionais, de quarta a domingo (16).

REEMBOLSOS
Diversas aéreas norte-americanas e a Latam já divulgaram possibilidades de remarcação e reembolso de voos cancelados; confira neste link.

fonte: panrotas.com.br

Furacão ‘mais forte em décadas’ chega nos EUA; Cias Aéreas reagem

Furacão ‘mais forte em décadas’ chega nos EUA; aéreas reagem

Divulgação Nasa

Furacão Florence está em nível quatro, mas pode subir à categoria cinco antes de chegar aos EUA

Furacão Florence está em nível quatro, mas pode subir à categoria cinco antes de chegar aos EUA

Considerado “extremamente perigoso” pelo Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos e com possibilidade de chegar à categoria cinco (mais elevada), o furacão Florence, atualmente no Oceano Atlântico, deve chegar na costa leste do país nesta quinta-feira (13), reportou a BBC News.

Atualmente em categoria quatro, com ventos de até 195 quilômetros por hora, o fenômeno já forçou o governador da Carolina do Sul a ordenar evacuação total de seu litoral, enquanto os Estados da Carolina do Norte e Virgínia declararam estado de emergência.

Ainda de acordo com o NHC, a tempestade pode ser a mais forte a atingir a região em décadas, com possibilidade de trazer níveis catastróficos de chuva e inundações para as regiões costeiras e até no interior dos Estados do Leste do país.

AÉREAS OFERECEM REEMBOLSO
Como resposta ao perigo iminente do furacão chegar aos Estados Unidos, diversas companhias aéreas já agiram em antecedência, e oferecem medidas no caso de voos cancelados dentro e para o país – entre elas a possibilidade de alteração de datas e itinerários com isenção de taxa, e até cancelamento de voos com reembolso.

Uma delas é a Latam Airlines. A aérea já anunciou que passageiros de voos cancelados de e para Orlando, Miami, Boston e Nova York, a princípio nos dias 12 e 13 de setembro, podem cancelar sua passagem e pedir a restituição do valor dela, sem cobrança de penalidade.

As passagens podem ainda ter seu itinerário alterado sem multas, mas sujeitas a diferenças de tarifa e validade do bilhete. Adiamentos de passagens emitidas no Brasil também são possíveis, sem cobrança de taxa, até o final da validade do bilhete.

Já de acordo com o Travel Mole, os clientes da American Airlines podem remarcar até o dia 19 de setembro voos marcados para esta semana em dezenas de aeroportos, da Geórgia à Virgínia – isso inclui Savannah, Charleston, Wilmington, Asheville, Charlotte, Richmond e Norfolk.

A Jetblue estendeu sua janela de remarcação para o dia 20 de setembro, sem cobrança de taxa, e inclui serviços de e para Charleston, na Carolina do Sul; Charlotte, na Carolina do Norte e ainda Raleigh e Richmond, na Virgínia. As isenções da Southwest Airlines devido ao furacão cobrem voos de 11 a 17 de setembro e podem ser remarcadas em 14 dias a partir da data original.

fonte: panrotas.com.br

Insatisfeita, Latam Brasil compra e acaba com Multiplus

Insatisfeita, Latam Brasil compra e acaba com Multiplus

Divulgação

O Latam Airlines Group SA anunciou hoje que sua afiliada consolidada Tam Linhas Aéreas SA (agora conhecida como Latam Airlines Brasil), não pretende renovar ou estender seu acordo operacional com a Multiplus SA, sua afiliada de coalizão de fidelidade, após 31 de dezembro de 2024. Simultaneamente, a Latam Airlines Brasil anunciou sua intenção de comprar todas as ações ordinárias da Multiplus que as afiliadas da Latam não possuem atualmente (“Delisting Tender Offer”) e, posteriormente, delistar a Multiplus do Novo Mercado B3 no Brasil e cancelar seu registro.

Segundo comunicado da Latam, desde a associação de negócios da Lan e Tam, em 2012, as afiliadas do Latam Airlines Group têm operado dois programas de passageiro frequente separados e distintos. No Brasil, o Latam Fidelidade (herdado da Tam) é operado pela Multiplus. A Latam detém indiretamente uma participação de 72,7% na Multiplus; o restante é negociado no Novo Mercado B3 no Brasil desde seu IPO, realizado em 2010 – antes da associação de negócios da Lan e da Tam.

Já o Latam Pass – sucessor do programa Lan Pass da Lan – é o principal programa de passageiros frequentes na maioria dos mercados de língua espanhola. O Latam Pass é totalmente de propriedade da Latam e operado internamente pela empresa e atualmente tem 14,7 milhões de associados. A intenção é que a Latam Brasil siga esse modelo de negócios, voltando a operar seu programa de fidelidade.


RESULTADOS INSATISFATÓRIOS
“Apesar dos esforços coordenados da Latam, da Latam Airlines Brasil e da Multiplus, a força inerente ao produto não foi suficiente para reforçar a liderança da Multiplus no mercado brasileiro de pontos de fidelidade, cada vez mais competitivo. Apesar de vários aditivos ao contrato que buscaram restabelecer a competitividade (incluindo, mais recentemente este ano, reduções médias de 5% nos preços domésticos de passagens e de 2% nos preços dos tickets internacionais oferecidos à Multiplus), a participação de mercado da Multiplus continuou sem evoluir”, analisa a Latam em comunicado.

Como resultado, a Latam Airlines Brasil notificou ontem o Conselho de Administração da Multiplus que não pretende renovar ou prorrogar o contrato após 31 de dezembro de 2024. “No futuro, a Latam Airlines Brasil pretende administrar seu programa de fidelidade de passageiros internamente, proteger os yields de passageiros da companhia aérea e obter flexibilidade total na gestão de sua estratégia de receita”.

A fim de minimizar os custos de transição e atrito para todas as partes interessadas, o Latam Airlines Group decidiu apoiar a Latam Airlines Brasil na busca da aquisição completa da Multiplus. A aquisição da Multiplus e sua total integração à rede da Latam, juntamente com o Latam Pass, criarão o que a Latam estima ser o quarto maior programa de passageiro frequente e de fidelidade do mundo (medido pela quantidade de clientes) e consolidará o relacionamento do Grupo Latam com os 21,1 milhões de clientes na Multiplus. “Os pontos dos clientes da Multiplus e benefícios de resgate permanecerão intactos, e os parceiros comerciais da Multiplus se beneficiarão de melhorias em aquisição de clientes, retenção e compartilhamento de carteira”, garante a empresa em comunicado.

A transação abrangerá um processo de oferta pública (a “Oferta”) da Latam Airlines Brasil pelo equivalente a aproximadamente 27,3% do capital social em circulação da Multiplus e o subsequente cancelamento do registro da Multiplus como companhia aberta na CVM e da exclusão da Multiplus do segmento de listagem Novo Mercado (“Exclusão de registro”), de acordo com as leis e os regulamentos corporativos e de valores mobiliários brasileiros.

A Latam Airlines Brasil espera arquivar a referida documentação até o início de outubro.Para capturar rapidamente as sinergias projetadas, a intenção da Latam Airlines Brasil é incorporar a Multiplus na Latam Airlines Brasil no prazo mais breve possível após concluir o processo de Exclusão de registro.

A Latam Airlines Brasil anunciou um preço de compra pretendido de R$ 27,22 por ação, o que representa o preço médio ponderado da ação medido pelo volume de dividendos da Multiplus nos últimos 90 pregões. O preço de compra pretendido representa um prêmio de 11,6% sobre o preço da ação de R$ 24,40 da Multiplus no fechamento do mercado ontem e implica uma aquisição total aproximada de R$ 1,2 bilhão (cerca de US$ 289 milhões) para todo o free float de 27,3% Multiplus.

fonte: panrotas.com.br