Praia de Montenegro é eleita a melhor da Europa; veja as dez mais belas

 

O verão no hemisfério norte começou no último domingo, e para celebrar o site de viagens Lonely Planet fez uma lista com as melhores praias do continente, e o resultado é surpreendente. Ou você imaginou que as frias Islândia, Escócia, Lituânia e Inglaterra figurariam na lista?  Conheça as escolhidas.

Getty Images
Getty Images

1

Praia Jaz – Montenegro

Fica em Montenegro, país que fazia parte da antiga Iugoslávia, a melhor praia da Europa. Banhada pelas águas claras do mar Adriático, a praia de Jaz é uma das mais longas do país, sendo divididas em duas partes, com 450 metros dedicados à prática de nudismo. Mas não espere isolamento por lá. Ela é famosa por suas atrações culturais, incluindo o Sea Dance Festival (que esse ano será realizado de 15 a 18 de julho), considerado um dos melhores festivais de porte médio da Europa. A praia ainda fica perto da cidade de Budva, cujo centro histórico é considerado uma mini-Dubrovnik, a cidade murada da Croácia.
Getty Images
Getty Images

2

Praia Peniche – Portugal

As praias que cercam a pequena península de Peniche são amadas pelos surfistas. Somente esse ano o local vai receber duas etapas da Liga Mundial de Surfe. Mas mesmo quem não se dá bem sobre uma prancha vai adorar suas longas praias, sendo o Cabo Carvoeiro local ideal para curtir a brisa do verão. Quem cansar de praia, ainda pode visitar o centro histórico e seus fortes, construídos entre os séculos 16 e 17. Ainda vale a pena pegar um barco e visitar as belas ilhas Berlengas e sua reserva natural.
Getty Images
Getty Images

3

Praia Rondinara – França

Vizinha ao norte da Sardenha, a ilha francesa de Córsica guarda a terceira da lista segundo o Lonely Planet. Não se pode dizer que a praia é uma joia a ser descoberta, já que todo o verão atrai uma massa de turistas franceses e luxuosos iates que preenchem toda a paisagem. Porém o cuidado do poder público local garante que a beleza da pequena enseada em forma de ferradura cercada por rochas avermelhadas seja preservada.
Getty Images
Getty Images

4

Cale Goloritzé – Itália

Não faltam belas praias na ilha italiana de Sardenha, mas uma em específico é mantida como uma preciosidade da ilha. As águas azul-turquesa do mar mediterrâneo banham uma pequena faixa de areia envolta por penhascos e pedregulhos, que formam uma paisagem espetacular, incluindo um grande arco em uma das extremidades da praia. É mantida praticamente deserta devido à dificuldade de acesso, já que para chegar até ela é preciso descer do alto do rochedo que a cerca, a 400 metros acima do nível do mar. No verão, barcos motorizados são proibidos de chegar até 200 metros perto da praia para evitar o turismo de massa. O curioso é que ela não existia até o ano de 1962, quando um deslizamento de terra criou o que hoje é a praia.
Getty Images
Getty Images

5

Praia de Vik – Islândia

Imagina a mais paradisíaca das praias caribenhas, agora pense no extremo oposto. É o que se encontra ao chegar à praia Vik, na Islândia. A começar pela temperatura, que impede qualquer tentativa de dar um mergulho ou se bronzear. Isso, porém, não quer dizer que a praia seja desprovida de beleza. Localizada no extremo sul da ilha, essa praia vulcânica de areia escura é marcada por suas lendas e mitos, incluindo os três trols petrificados em um dos extremos da praia (grandes rochedos em colunas em meio ao mar). Cavernas feitas de lava ajudam a criar o visual único da praia islandesa.
Getty Images
Getty Images

6

Praia de Bantham – Inglaterra

No extremo sul da Inglaterra, no condado de Devon, fica a que é considerada a praia mais bonita do país. Localizada na foz do rio Avon, traz uma bela combinação de mar, areia e piscinas naturais, tendo como cenário a chamada ilha de Burgh, que na verdade é uma península que forma a baía de Bigbury. É muito procurada pelos surfistas devido suas ondas de qualidade.
Getty Images
Getty Images

7

Baía de Sandwood – Escócia

É de se esperar que uma praia no frio norte da Escócia não tenha um clima muito adequado para um mergulho, mas seu visual exótico tem elementos o suficiente para colocá-la entre as melhores do continente. Para chegar até a praia, uma caminhada de cerca de seis quilômetros passa por pântanos e dunas, até avistar o Am Buachaille, uma coluna de pedra de 65 metros de altura no meio do mar do Ártico. Do outro lado, as águas frescas do lago Sandwood complementa o visual. A praia é considerada a mais isolada da Grã-Bretanha.
Getty Images
Getty Images

8

Cala Macarella – Espanha

Na segunda maior das Ilhas Baleares, Menorca, está a única representante espanhola da lista. Uma pequena enseada em forma de ferradura, cercada por penhascos encobertos por árvores de carvalho e pinheiros, esconde uma idílica praia com areia branca e mar azul-turquesa. É o cartão postar típico da ilha quando se fala de suas praias selvagens. Ela é acessada por uma pequena trilha, que garante seu visual intocado. Só não se assuste se encontrar um monte de gente pelada por á, já que é uma das preferidas dos nudistas da região.
Getty Images
Getty Images

9

Voutoumi – Grécia

É difícil escolher qual a mais bonita das cerca de 6 mil ilhas gregas. Mas é na ilha de Antipaxos, pertencente ao menor grupo das ilhas Jônicas, que fica uma de suas maiores preciosidades. Na parte norte da ilha de 5 km², uma pequena baía esconde uma praia de areia clara e fina, banhada por uma água profundamente transparente que assume tonalidade de azul índigo. Para completar o dia no paraíso, sobre os penhascos que cercam a praia fica uma charmosa taverna com o sugestivo nome de Bella Vista. Acessada por uma escadaria de 200 degraus, serve pratos da culinária local, que é baseada em frutos do mar.
Getty Images
Getty Images

10

Curonian Spit – Lituânia

Uma laguna na divisa entre a Lituânia e um exclave russo entre o país e a Polônia, chamado Kaliningrado, é separada do mar Báltico por uma fina península que varia entre 0,4 e 4 km de largura, e 98 km de extensão, formando uma longa praia. Nela, pradarias e florestas exuberantes dividem espaço com as maiores dunas móveis da Europa. Protegido por parques nacionais, seja na parte russa ou lituana, a área é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO devido à singularidade e fragilidade do ecossistema e por ser habitada desde os tempos pré-históricos.
Fonte:UOL

Disney proíbe pau de selfie nos parques de Estados Unidos, França e Hong Kong

Acessório vem se tornando preocupação com a segurança dos visitantes e funcionários, diz a empresa

As princesas Anna e Elsa, de "Frozen", também estreiam na parada de personagens do parque. Elas já estão entre os personagens mais populares da temporada Foto: Matt Stroshane / Divulgação
As princesas Anna e Elsa, de “Frozen”, também estreiam na parada de personagens do parque. Elas já estão entre os personagens mais populares da temporada – Matt Stroshane / Divulgação

ORLANDO – Se estiver planejando visitar os parques do complexo Walt Disney World, em Orlando, deixe o pau de selfie no hotel. A empresa anunciou nesta sexta-feira que o acessório que faz a alegria dos visitantes nas redes sociais estará banido dos quatro parques temáticos do complexo ‑ Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom – a partir da próxima terça-feira, 30 de junho.

A mesma medida será adotada nos parques da Califórnia, de Paris e Hong Kong, a partir de 1º de julho.Kim Prunty, porta-voz da empresa, disse ao jornal local “Orlando Sentinel” que os paus de selfie se transformaram em uma “crescente preocupação com a segurança dos visitantes e funiconários”.

O acessório deverá ser detectado pelo procedimento de rotina de checagem de bolsas à entrada dos parques, e os visitantes terão opção de deixar o pau de selife guardado na entrada para o recuperarem na saída, ou se preferirem, terão que deixá-los no carro no quarto do hotel.

ADVERTISEMENT

Recentemente, vem aumentando a lista de lugares que vêm restringindo o uso de pau-de-selfie em locais públicos como museus, festivais de música e eventos esportivos.

Fonte: O Globo

Rota do vinho uruguaia contempla conhecedores e leigos no assunto

 

Vinícolas no Uruguai oferecem degustações e refeições harmonizadas

Vinho produzido pela vinícola Artesana, localizada em Canelones, cidade próxima a Montevidéu

Depois da Argentina, o Uruguai é um dos países mais procurados pelos brasileiros. Nos últimos dez anos, a quantidade de turistas vindos do Brasil aumentou 260% -em 2004 eram 187 mil e em 2014 atingiu aproximadamente meio milhão de visitantes. Nos primeiros meses de 2015, nada menos do que 196 mil visitaram o país, levados pela proximidade (o que possibilita viagens curtas), preços em conta (especialmente em tempos de dólar em alta), atrações turísticas e gastronomia. Isso sem contar a atmosfera liberal que o governo do ex-presidente José Mujica trouxe ao país e que serviu para atrair ainda mais os brasileiros.

Destino certeiro para fãs de vinho, seja um profundo conhecedor do assunto ou apenas aquele que gosta de tomar umas tacinhas de vez em quando, o Uruguai –tanto na capital e especialmente a região de Punta del Leste- oferece passeios em vinícolas para todo tipo de público e bolso. É só escolher o seu. Veja algumas opções abaixo:

Vinhedos e oliveiras
Em uma fazenda de cinco mil hectares em Punta del Leste, funciona a vinícola Colinas de Garzón. Ali, o tour começa com uma visita para conhecer o processo de fabricação de vinhos. Depois, é a hora de explorar as plantações de uvas, azeitonas e amêndoas, o que pode ser feito a bordo de um micro-ônibus ou mesmo de bicicleta. Durante o passeio -que tem duração de aproximadamente 40 minutos você aprende sobre os diferentes modos de cultivo de cada um dos produtos oferecidos. No final, é oferecida uma degustação com queijos, castanhas, azeites e vinhos, que podem ser levados para casa. As visitas são agendadas e acontecem todos os dias.
Colinas de Garzón
www.colinasdegarzon.com
End. Ruta 9, km 175
Visitas de quarta a domingo, às 11h e às 14h.
Preço: R$ 343,80 (UYU 3 mil) (com degustação)

No alto da serra
Comandada pelo casal Paula e Alvaro Pivel, a pequena Alto de La Ballena está localizada no distrito de Maldonado (próximo a Punta del Leste) e começou suas atividades em 2000. A proposta é oferecer um passeio mais intimista de aproximadamente 1h30 pelo vinhedo encrustrado na Sierra de la Ballena. Depois, aproveite para provar os vinhos de algumas das uvas plantadas ali –Merlot, Syrah, Cabernet Franc, Tannat e Viognier, que podem ou não ser acompanhadas de uma degustação harmonizada com queijos artesanais. O casal também organiza jantares com chefs convidados.
Alto de La Ballena
www.altodelaballena.com
Ruta 12, km 16,4
Visitas diárias, das 10h30 às 18h.
Preços: de R$ 87, 10 (UYU 760) a R$ 126 (1.100)

Influência ibérica
Na Bodega Bouza, localizada em Canelones (principal região vinícola do país) e distante 20 minutos de Montevidéu, a visita se inicia com uma volta para conhecer a vinícola e a produção dos de vinhos. Ali, um dos destaques é a uva Alvarinho, original da península ibérica, assim como seus fundadores. Vá com tempo para gastar boas horas no local: depois do passeio, aproveite o restaurante do local para fazer uma degustação acompanhada de embutidos, queijos e pães artesanais. Ou almoçar: da parrila saem carnes (cordeiro é o destaque) e pescados, além de risotos e saladas, tudo elaborado para harmonizar com os vinhos produzidos no local.
Bodega Bouza
www.bodegabouza.com
Camino La Redencion 7658
Visitas diárias das 11h às 16h
Preço: R$ 85 (UYU 750) a R$ 137 (1200)

Jovem e moderna
Uma das mais novas vinícolas da região de Canelones é a Artesana. Os brasileiros são a maioria do público que visita a casa comandada pelas sócias Valentina Lazaneo e Analía Gatti e que tem como destaque os vinhos feitos da uva Zinfandel, originária da Califórnia. As mudas foram levadas para o Uruguai em 2007, mas o plantio começou no ano seguinte. Em 2011 a vinícola finalmente abriu as portas e hoje produz e comercializa vinhos que podem ser degustados (e adquiridos ali) acompanhados de queijos e embutidos. Se preferir, a casa organiza almoços harmonizados para pequenos grupos de até oito pessoas. Em breve, pretende abrir para aulas de gastronomia que ensinará os visitantes a preparar parrilada.
Artesana
www.artesana.winery.com
Ruta 48, km 3600
Visitas de segunda à sexta, das 11h às 16h
Preço: à partir de R$ 69 (UYU 600)

Fonte:Claudia Lima
do UOL

Esculturas em tamanho real, como de Marilyn Monroe, ganham as ruas de Nova York

Além da atriz, obras de Seward Johnson também retratam pessoas comuns e fotografias clássicas


A escultura de Marilyn Monroe em Nova York – Mark Lennihan / AP 

NOVA YORK – Esculturas realistas e em tamanho real de Marilyn Monroe e pessoas comuns fazendo atividades cotidianas, além da reprodução de pinturas e fotografias, do artista Seward Johnson, têm feito sucesso nas ruas de Nova York. As obras foram instaladas na madrugada do dia 22, no Garment District, no trecho da Broadway entre as ruas 36 e 41.

As esculturas se misturam facilmente com a cena movimentada da cidade: em torno delas, pessoas apressadas passam ou, ao lado, outras tomam café nas mesas de metal, comuns pela cidade e em seus parques. São 18 esculturas em bronze, sendo a maior instalação pública das obras de Johnson em Nova York.

Dentre as instalações presentes no Garment District estão duas interpretações de fotografias emblemáticas: a clássica imagem, em tamanho natural, de Marilyn Monroe e seu vestido branco esvoaçante e a foto – de Alfred Eisenstaedt, da revista Life – do beijo entre um marinheiro e uma enfermeira na Times Square, que marcou o fim da Segunda Guerra Mundial.

Em agosto, aliás, uma versão ainda maior da imagem deste beijo, intitulada “Abraçar a Paz”, será colocada por alguns dias na própria Times Square, como parte de uma série de eventos que honram os veteranos da Segunda Guerra Mundial.

– Espero que os nova-iorquinos possam ser afetados de alguma forma em seu trajeto diário e fazer uma pausa, seja porque não têm certeza se aquilo é real, ou porque são lembrados de algo familiar – disse Johnson.

Constanza Roldan, uma personal trainer que passava pelas esculturas, precisou se aproximar para ter certeza que a imagem de uma mulher loira, de vestido branco, não era real.

– Muito legal. Olhe para as mãos, são tão perfeitas- afirmou.

O artistas afirma que “tenta celebrar o relacionamento humano. Gosto de ver quando as pessoas encontram uma parte de si mesmas na arte”, acrescenta.

As esculturas de músicos mariachi deixou Mirela Anderson perplexa por um segundo. A designer de moda, que trabalha ao lado do local, disse que inicialmente achou que as esculturas eram reais e, quem passava por lá, estaria “tendo boa música hoje”.

– É um bom motivo para sair do meu cubículo e ver algo interessante – disse.

Há ainda obras inspiradas em grandes artistas do século XIX. A instalação vai até o dia 15 de setembro.

Fonte: O Globo

Verão em Las Vegas atrai mais de um milhão de visitantes

Destinos , Antes tida como uma época de baixa visitação, o verão agora é um período fundamental para o destino

Antes tida como uma época de baixa visitação, o verão agora é um período fundamental para o destino
Durante o verão americano, Las Vegas conta com um calendário de atrações cheio de opções a seus visitantes. Nos próximos três meses, a cidade espera receber mais de um milhão de turistas, entre convenções, encontros, feiras, e eventos temáticos, criando quase 55 mil empregos e contribuindo com US$7,5 bilhões para a economia local. “A diversidade de pessoas que chegam aqui durante o verão representa a essência da cidade”, disse o CEO do Las Vegas Convention and Visitors Authority, Rossi Ralenkotter.

De julho a agosto, Vegas se transforma na cidade dos esportes, sediando os prêmios da Liga Nacional de Hóquei (NHL), lutas do UFC, a liga de verão da NBA e até oficinas de basquete da seleção americana. Outros eventos como o Jam On It Basketball National Championships, com diversas quadras montadas para que os fãs do esporte possam realizar atividades, o US Open de tênis de mesa, uma das maiores competições da modalidade, e o UFC Fan Expo, voltado diretamente aos fãs de lutas marciais, são apenas algumas das muitas atrações do destino.

Porém, não há apenas eventos esportivos. Las Vegas também é conhecida por ser a “cidade das convenções”, contando com feiras de todos os tipos e para diversos públicos. O Annual International Bowl Expo, com produtos da indústria do boliche, Cosmoprof North America, voltado aos profissionais de estética, e ASD Market Week, uma das maiores feiras de decoração interior, levam milhares de visitantes ao destino todos os anos.

Fonte:Panrotas

Visto americano volta a ser liberado em SP, RJ e Brasília

Serviços , Outros 36 pontos de aplicação para o visto americano ao redor do mundo já estão funcionando normalmente

Outros 36 pontos de aplicação para o visto americano ao redor do mundo já estão funcionando normalmente
O órgão responsável pela emissão de vistos para os Estados Unidos – Bureau of Consular Affairs – revelou que dois terços de todas as bases para o recolhimento de biometria no mundo já foram reestabelecidas. 39 pontos já estão funcionando normalmente e liberando vistos americanos, dentre eles São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

De acordo com o comunicado oficial, mais de 45 mil vistos já foram liberados ontem, sendo que só em Beijing, na China, foram 15 mil. Os problemas na liberação de vistos afetaram quase 50 mil aplicações diárias ao longo das duas semanas em que o sistema esteve fora do ar. Ainda segundo o órgão, as entrevistas marcadas inicialmente para 8 de junho já estão sendo realizadas, e até o fim da semana todo o sistema já deverá estar totalmente reintegrado.

Veja abaixo a lista de pontos para emissão do visto americano que já estão funcionando normalmente.

Paris
Monterrey
Cidade Juarez
Guangzhou
Beijing
Xangai
Tijuana
Novo Laredo
Cidade do México
Guadalajara
Mumbai
Nova Delhi
São Paulo
Chennai
Manila
Bogotá
Buenos Aires
Rio de Janeiro
Tel Aviv
Mérida
Hermosillo
Karachi
Seoul
Lima
Santo Domingo
Kingston
Shenyang
Chengdu
DPT
Lagos
Guayaquil
Londres
Brasília
Moscou
San Salvador
Quito
Ho Chi Minh
Hanoi
Kyev

Fonte: panrotas.com.br

Visto americano volta a ser liberado em SP, RJ e Brasília

Serviços , Outros 36 pontos de aplicação para o visto americano ao redor do mundo já estão funcionando normalmente

Outros 36 pontos de aplicação para o visto americano ao redor do mundo já estão funcionando normalmente
O órgão responsável pela emissão de vistos para os Estados Unidos – Bureau of Consular Affairs – revelou que dois terços de todas as bases para o recolhimento de biometria no mundo já foram reestabelecidas. 39 pontos já estão funcionando normalmente e liberando vistos americanos, dentre eles São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

De acordo com o comunicado oficial, mais de 45 mil vistos já foram liberados ontem, sendo que só em Beijing, na China, foram 15 mil. Os problemas na liberação de vistos afetaram quase 50 mil aplicações diárias ao longo das duas semanas em que o sistema esteve fora do ar. Ainda segundo o órgão, as entrevistas marcadas inicialmente para 8 de junho já estão sendo realizadas, e até o fim da semana todo o sistema já deverá estar totalmente reintegrado.

Veja abaixo a lista de pontos para emissão do visto americano que já estão funcionando normalmente.

Paris
Monterrey
Cidade Juarez
Guangzhou
Beijing
Xangai
Tijuana
Novo Laredo
Cidade do México
Guadalajara
Mumbai
Nova Delhi
São Paulo
Chennai
Manila
Bogotá
Buenos Aires
Rio de Janeiro
Tel Aviv
Mérida
Hermosillo
Karachi
Seoul
Lima
Santo Domingo
Kingston
Shenyang
Chengdu
DPT
Lagos
Guayaquil
Londres
Brasília
Moscou
San Salvador
Quito
Ho Chi Minh
Hanoi
Kyev

Fonte:Panrotas